15 abril 2009

MEUS MORANGOS ©

POSTAGEM COLETIVA - TERTÚLIA VIRTUAL


Quisera eu, amor.... resistir aos teus encantos...
Comer sozinha todas as palavras,
Lamber egoísta todos os desejos.
Mas o que me arrasta é forte
feito feitiço.
Por isso eu me despi de todos os pudores,
E dei-te de beber da minha saliva doce,
E dei-te de comer dos
meus morangos suculentos,
E pra ti abri-me inteira num desejo incandescente,
E então fui tua. Proibida e inevitavelmente.
Não resisto mais. Não quero. Nem tento.
E se for isso o que tens em mente, amor.... Nem tente!


Por Van Luchiari ©


14 comentários:

Marko Acosta disse...

Lindo
Poema
&
Imagem

"Tú Éééés divi-na e gracio__saa...

Anônimo disse...

Deliciei-me com teus morangos... suguei um a um sem deixar escorrer o néctar. Viajei sem pensar que estava me perdendo ao esbarrar nas tuas pernas. Pensei que teu universo fosse meu, mas ao ver teus olhos, descobri-me um falso poeta.

Andrea Vaz disse...

Picantes palavras que provocam imagináveis prazeres...Parabéns!


Tenha um lindo dia!!!

Nuno de Sousa disse...

Mais um belo momento de sensualidade e gosto pelo que fazes quer na imagem quer no texto escrito sensualmente atrevido e belo, e o morango esse fruto afrodisíaco que se pode fazer tanto com ele :-), por acaso é algo com que gosto de brincar... :-)
Bjs amiga e uma boa semana para ti,
Nuno

Nanda disse...

Achei diferente e bonitas as fotos, é vc mesmo que tira?

É difícil ver esse tipo de foto de uma ponto de vista realmente artístico, onde o objeto se confunde com a forma e termina parecendo outra coisa.

Abraço! Estou participando também.

Serena Flor disse...

Estou tendo muito prazer em conhecer novos cantinhos e mais prazer ainda de estar participando desta tertúlia maravilhosa.
Belíssima participação...parabéns!
Beijos.

expressodalinha disse...

Morangos que são prazer, palavras que ousam comer. Uma abordagem sensorial de prazer insaciável. Obrigado pelo momento.

gdec disse...

Morangos ? Também gosto.
Geraldes de Carvalho

Joe_Brazuca disse...

é leite, morango e mel...

muito bom, Van !

bj

Compondo o olhar ... disse...

é com prazer que venho aqui me deliciar com seu texto maravilhoso... parabens!!!

bjocas

Eduardo P.L disse...

Obrigado pelo PRAZER das imagens e por ter participado desta Tertúlia!

rm disse...

Ei Van,
achei muito bem escritos e sensuais os poemas que coleciona aqui(não entendi muito bem por que não poderiam estar no outro blog).

Claro, permitem variadas leituras, mas todas muito saborosas...

FaBiaNa GuaRaNHo disse...

De todos os prazeres que vi por aqui este é o mais picante, porém de uma sutileza e leveza que nos faz imaginar além das fotos e letras.
Parabéns pois tocas em pontos secretos porém objetivos.
Abçs

Cristiano Melo disse...

Van,
poema com contrapontos, muito bom, dá e não entrega, ou entrega e não dá o que lhe é sagrado e profano.
Muito bom em contrapontos, ousado e Belo!
Parabéns
bjos