27 abril 2009

ASSIM.... ©




Aprender os caminhos até ti
Diariamente.
Derreter-me em tua lingua.
Arrebatar tua mente.
Existir nos teus instantes
Continuamente
Ser tua maior tentação
Para sempre
Impregnada em tua vida
eternamente.
Habitar teu pensamento
Suavemente
Explodir com fúria o meu desejo
num torpor doce e quente,
Gozo, pele, suco, desejo
Que tudo o que é meu te alimente.

É assim que se sente.
Meu amor não mente.


Por Van Luchiari ©


11 comentários:

Anônimo disse...

Clap clap clap Bravo

Cristiano Melo disse...

Van,
ah se fosse assim...
Lá vem o pessimista aqui!
A mitomania é mais comum do que parece. Esta foi uma interpretação literal, mas agora sobre o clima noir-erotico do poema ficou bárbaro.
Que o amor seja assim assim assim...
bjo

AC Rangel disse...

Terceiro a provar. E aprovar. Loucura, doce loucura. Desejo.

Maldito disse...

estimulante,...

Guará Matos disse...

O sabor da seiva, seu cheiro, deixam o espírito em convulsão. Cria cores, imagens, fantasias, delírios...tremer.....viver.
Beijos.

Osmar Reyex disse...

Humm.
assim me lambuzo
ambrosia
mel e melancia.

rm disse...

Parece que cheguei atrasado... rss

É o seguinte; chover no molhado (no bom sentido, claro... rss): versos bem compostos, imagem altamente indutora. Como ainda não inventaram internet com sabor (e odor), diria que os demais sentidos foram razoavelmente satisfeitos.

Curioso: meu olhar se dirigiu para as pernas e os pés da modelo...

Monday disse...

Van Van, isso é que uma chave de coxa! matou o cara legal!

Nuno de Sousa disse...

Belos caminhos até ti :-) mais um belo post, texto e imagem.
Bjs em ti amiga...
Nuno

Zeus disse...

Com toda certeza serei leitor cativo desta página parabéns aos donos do blog,voltarei mais vezes.

falésia disse...

Olá Van...Andei por aqui a ler-te e como fiquei positivamente impressionado. Ai linda...como as palavras dos poemas fluem tão espontaneamente da tua alma...Adoro ler-te...até fico com a vaga sensação de te sentir ao vivo...neste cantinho do Minho-Portugal. Obrigado por haveres partilhado toda essa sensibilidade de fogo e de lumes...!
Um abraço de carinho.