15 novembro 2007

PRESA

Estou presa a você pela pele de dentro.
Presa ao teu existir, num escorrer doce e lento.
Estou presa a você, prisioneira dos teus dedos quentes.
Eu me rendo, me entrego, me abro...
Revelo-me às tuas línguas e lentes.
O teu prêmio é meu gosto! O meu gozo que escorre é teu.
Sou tua presa obediente.
Sou teu ardido, sou tua presa... Desejo-te ardentemente.
Não há mais nada em mim que esconda o meu intento.
Estou presa a você, profundamente, pelo lado de dentro.

Por V.

2 comentários:

Ricardo Rayol disse...

maravilhoso

www.eroticwoman.wordpress.com disse...

que lindo tudo aqui....